31-03-2014

Cônsul da República Sérvia elogia projeto de apoio às empresas “Made In Famalicão”

O Cônsul da República Sérvia e Presidente da Câmara de Comércio Portugal – Balcãs Ocidentais, Simão Mato, elogiou nesta segunda-feira, o projeto “Made In Famalicão”, promovido pela autarquia famalicense, nomeadamente a sua vertente “de apoio à inovação e internacionalização das empresas”. O responsável que falava durante a cerimónia de receção ao embaixador da Sérvia em Portugal, Mirko Stefanovic, aproveitou ainda a oportunidade para deixar um apelo aos empresários famalicenses: “Esta é a altura para as empresas de Famalicão conhecerem os Balcãs e beneficiarem das potencialidades económicas que esta região oferece.” A adesão da Sérvia à União Europeia, que deverá representar o último alargamento da Europa, é “uma oportunidade única para as empresas que pretendem internacionaliza-se, avançarem”, afirmou.

A visita de trabalho do embaixador Mirko Stefanovic que se prolongou durante a tarde com a visita ao Citeve (Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e do Vestuário) ao Centi (Centro de Nanotecnologia e Materiais Técnicos, Funcionais e Inteligentes) e ainda ao Parque da Devesa, um dos cartões de visita do concelho, serviu, de resto, para o estreitar das relações económicas entre a Sérvia e Vila Nova de Famalicão.

Aliás, Vila Nova de Famalicão foi o ponto de partida para um conjunto de visitas e ações a levar a cabo pela Câmara de Comércio Portugal – Balcãs Ocidentais, em diversas cidades “chave” para a promoção da região em Portugal.

Para o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, “Vila Nova de Famalicão tem uma rede de embaixadores no exterior, que são o núcleo de empresas que estão implantadas no estrangeiro, e que devem auxiliar as empresas que querem internacionalizar o seu negócio”. O autarca realçou ainda “o dinamismo, a pujança e a diversidade da economia famalicense”, assinalando que “existem empresários preparados para assumir novos desafios” e que a “região dos Balcãs está numa posição estratégica”.

As palavras do presidente da Câmara Municipal facilitaram a intervenção do embaixador Mirko Stefanovic que numa verdadeira operação de charme apresentou a Sérvia como um bom país para investir. O responsável referiu as “ótimas relações políticas entre Portugal e a Sérvia”, dois países de dimensões semelhantes.

Perante uma plateia repleta empresários, investidores e potenciais investidores, o embaixador referiu que a Sérvia está centrada em Portugal, e em jeito de graça referiu que “a Sérvia também tem algo para mostrar aos portugueses”, referindo-se aos jogadores de futebol.

Uma das empresas que poderá investir na Sérvia é a fábrica de bolachas “Vieira de Castro”. Para o responsável José Borges, que se mostrou muito satisfeito com a apresentação do embaixador, “existem já alguns contatos efetuados com a região dos Balcãs”. Sem adiantar muito mais, José Borges referiu que “a Vieira de Castro está sempre atenta aos mercados”.

Partilhar ››

‹ VOLTAR