03-04-2019

Empresas têxteis de Famalicão vão ter direito a voucher para a inovação

As empresas têxteis de Vila Nova de Famalicão vão beneficiar de ajuda privilegiada e gratuita na elaboração de candidaturas a programas de I&D (Investigação e Desenvolvimento). Os vouchers inovação foram ontem, 2 de abril, apresentados pelo Vereador da Economia e Inovação, Augusto Lima, em plena Conferência Internacional do Têxtil e Vestuário, o iTechStyle Summit, que está a decorrer no Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões, naquela que é uma das mais importantes plataformas de debate e reflexão sobre o conhecimento científico e tecnológico atual, envolvendo os players inovadores da indústria, fornecedores de tecnologia, investigadores, cientistas e outros agentes ligados ao Sector Têxtil e do Vestuário de todo o mundo.

A medida resulta de uma parceria establecida entre o Município de Vila Nova de Famalicão e o CITEVE – Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e do Vestuário de Portugal, entidade promotora de projetos, desenvolvimento e elaboração de candidaturas a programas de investigação e desenvolvimento. Na prática, os vouchers inovação serão financiados pelo Municipio no âmbito da sua política de incremento e incentivo ao surgimento e desenvolvimento de projetos inovadores do concelho e serão traduzidos em apoio de qualidade pela competência dos serviços do CITEVE, entidade responsável pelo Cluster Têxtil de Turismo.

“O CITEVE tem feito muito pelo desenvolvimento do têxtil em Portugal e pela inovação do setor, sendo o seu trabalho reconhecido tanto a nível nacional como internacional. É um parceiro de excelência para ajudar as nossas empresas a chegarem a outro patamares de desenvolvimento e, na sequência, a fazer chegar a marca Famalicão Cidade Têxtil cada vez mais longe”, afirma a propósito Augusto Lima.

Recorde-se que, para além dos voucheres da inovação agora anunciados, a Câmara Municipal já tem instituídos os vouchers internacionalização que ajudam as empresas de Famalicão a alargarem a sua base exportadora e a diversificar mercados. Resultado de acordos establecidos com a Associação Empresarial de Portugal e com a Associação Têxtil e Vestuário de Portugal (ATP) o recurso facilita o acesso de empresas famalicenses às dinâmicas e projetos de apoio à internacionalização desenvolvidas por estas associações patronais, beneficiando de um conjunto de medidas de apoio no âmbito das atividades e do trabalho desenvolvido pelas duas associações, que facilitam o acesso de empresas famalicenses às dinâmicas e projetos de apoio à internacionalização, com benefícios vários como, entre outros, a concessão de desconto nas despesas não comparticipadas para participação nas missões empresariais e feiras internacionais, o acesso prioritário aos programas das duas entidades e o acesso facilitado à informação.

Partilhar ››

‹ VOLTAR