28-12-2018

Na Scoop cada funcionário tem uma árvore

Depois do drama dos incêndios vivido em Portugal no ano passado, a Scoop, empresa têxtil de Famalicão, decidiu levar a sua vocação sustentável um pouco mais longe e criar uma pequena floresta, onde é plantada uma árvore por cada funcionário.

“Os incêndios, especialmente os de Outubro, que afetaram aqui a região, inspiraram a administração da Scoop a contribuir para reflorestação”, explica Daniel Pinto, diretor de desenvolvimento e estratégia da empresa têxtil, sediada em Cavalões e especializada na confeção de vestuário técnico e desportivo.

Nesta pequena floresta, ainda a dar os primeiros sinais de vida, cada colaborador plantou a sua própria árvore, que depois foi identificada com o seu nome e com o ano em que foi plantada – na foto, por exemplo, vê-se a identificação da árvore de Teresa Soares, controladora de qualidade na empresa.

Como a iniciativa tem um carácter ecológico, apenas são plantadas espécies autóctones da região Norte, como plátanos, sobreiros, azevinhos, loureiros ou murtas. Cada árvore é escolhida individualmente, numa tentativa de criar uma floresta diversificada e de personalizar o gesto de reconhecimento.

Mas para além do gesto simbólico, a Scoop procurou também enraizar a sua parceria com os bombeiros famalicenses, os quais já eram responsáveis pelos simulacros na empresa. Para além de serem parceiros em vários projetos da empresa, a administração ofereceu a cada um dos funcionários a anuidade do cartão de sócio, como forma de apoiar a associação.

A floresta, atualmente com 116 árvores, cresce lado a lado com outro projeto sustentável da Scoop: uma horta biológica com a qual fornece legumes, sopa, fruta, chás e ervas aromáticas para todos os funcionários.

Partilhar ››

‹ VOLTAR